Vocacional de Aliança

DESCRIÇÃO

É a etapa inicial do processo de caminhada para leigos que desejam uma Consagração de Vida. Filho prodigoO candidato, após o curso vocacional, solicita abraçar uma experiência de compromisso com o carisma da Vocação, como preparação necessária para o Discipulado.

O Caminho Vocacional de Aliança tem a duração mínima de dois anos, dividida em primeiro e segundo ano de Vocacional, visando dar ao formando a oportunidade de refletir sobre a sua própria determinação, permitindo que esclareça sobre as motivações ou as disposições próprias deste tempo, percebendo mais objetivamente as virtudes e os limites que possui.

Nesta etapa, o membro vocacionado deve tomar consciência dos elementos essenciais que dão à vida um sentido de santidade e uma linha de conduta seriamente cristã, intensificando assim as devidas mudanças e rupturas em todas as dimensões de sua pessoa. Dessa forma poderá discernir e decidir pelos valores que lhe são propostos.

Neste momento formativo, o candidato é conduzido na possibilidade de conhecer a sua vocação, de provar a sua disponibilidade, como também a sua capacidade de se doar, a disposição para com seus dons naturais, e o progresso de sua maturidade humana e cristã.

São meios eficazes para a formação do Caminho Vocacional de Aliança: um melhor conhecimento de si mesmo, a formação pessoal, o contato com a Palavra de Deus, a vida sacramental, a experiência da oração e o amor à Igreja. Exige-se também um conhecimento, nas suas linhas gerais, da espiritualidade, do carisma e da missão da Vocação Mãos de Pai e certa experiência de vida comunitária e de vida apostólica.

Os membros vocacionados recebem os Estatutos de Vida (Escritos de Espiritualidade e Regimento Interno) e usam um sinal temporário (Cruz de madeira com a palavra Misericórdia escrita em latim: Miserere), como testemunho do Amor Misericordioso do Senhor na Cruz.